Tu tens palavras de vida eterna... Destaque

segunda, 03 outubro 2016 10:39 Escrito por 
Classifique este item
(0 votos)
  • País: 1

Trabalhar com jovens é sempre um grande desafio principalmente quando tu também és jovem. Isto porque a maioria deles procuram exemplos no mundo digital. Atualmente, há muitas pessoas que têm grande influência neles e pode facilmente conseguir a sua atenção. No entanto, como líder de um grupo específico de jovens, o meu dever é guiá-los pelo caminho proposto pela pessoa mais influente que existiu em todo o tempo, Jesus Cristo - o Salvador, tentando utilizar uma das suas técnicas para entusiasmar as pessoas, que é o uso de palavras.

As palavras representam o que elas expressam mas as palavras não são expressões, por exemplo, Jesus e Salvador representam a mesma pessoa; mas são palavras diferentes. Experimenta com o teu nome próprio e diz: "Isto pertence a .... (teu nome)". Que te parece? Repete mais uma vez. Que sentes quando ouves: "pertence-me?". "O teu nome" e "Eu" expressam a mesma coisa, no entanto são duas palavras distintas.

O que realmente importa é como são pronunciadas as palavras. Na vida as nossas relações de alguma maneira são afetados pelo modo como nos conectamos com as palavras. A palavra tornou-se um meio de relacionamento e é natural nos seres humanos. De tal modo que a palavra toca vidas.

Vejamos como durante três anos de vida pública, Jesus se expressava por as palavras e conseguia ser escutado e seguido por grandes multidões. Nunca antes ninguém tinha falado como Ele. Todos o seguiam, até mesmo para os lugares onde não havia alimentos, os pequenos subiam às árvores, outros partiam os telhados das casas para chegar até Ele, só para ouvi-lo falar. Toda a Palestina se assustou com as suas palavras. Ele apenas pronunciava algumas palavras e deixava as pessoas a pensar. Que teria de especial as suas palavras? Que palavras eram essas que comoviam a todos? Nada mais e nada menos do que a vida. "Tu tens palavras de vida eterna" (Jo 6, 68). Jesus tem palavras de vida.

Nas suas palavras havia algo mais, porque também muitas outras pessoas falaram de vida mas não foram tão eficazes como ele. Todo aquele que escutava a sua palavra obtinha vida; ricos e pobres, escravos e livres, judeus e gentios. As suas palavras foram vida. Ele é a Vida. (Jo 14, 6). Vejamos as suas primeiras mensagens no Evangelho:

S. Marcos 1, 15
"Completou-se o tempo e o Reino de Deus está próximo: arrependei-vos e acreditai no Evangelho." As palavras expressas por Jesus no Evangelho de Marcos anunciam a libertação da opressão e da escravidão do pecado, pois era assim que conseguiam entender e que esperavam.

S. Lucas 2, 49
"Ele respondeu-lhes: «Porque me procuráveis? Não sabíeis que devia estar em casa de meu Pai? »" Nesta passagem Jesus mostra donde vem e que a sua casa (o templo) pertence a Deus.

S. Mateus 3, 15
"Jesus, porém, respondeu-lhe: «Deixa por agora. Convém que cumpramos assim toda a justiça. »" A obediência à justiça está em destaque nestas palavras de Jesus, um protótipo da vida cristã no compromisso pleno.

S. João 1; 38 -39
"Jesus voltou-se e, notando que eles o seguiam, perguntou-lhes: «Que pretendeis?» Eles disseram-lhe: «Rabi - que quer dizer Mestre - onde moras?» Ele respondeu-lhes: «Vinde e vereis.»" Isto é um convite aberto para todos aqueles que andam à procura.

Se juntássemos todas estas palavras que Jesus disse em cada um dos Evangelhos, teríamos algo como isto:

"Agora a opressão e o peso podem ser liberados ou aliviados por Jesus, que é o Filho de Deus, a promessa fiel dos preceitos do Seu pai. Como seres humanos em busca da liberdade, somos convidados a ir com Jesus e então veremos."

Este é o poder das palavras de Jesus. Sobretudo o próprio Jesus, que é a Palavra encarnada (Jo 1, 14). Portanto, Ele tem a palavra certa para todo o tipo de situações da vida.

"Vinde e vereis."

Gideon Harps Houanitau
JMV Islas Salomão

Ler 253 vezes Modificado em segunda, 03 outubro 2016 10:44

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.