JMV Síria, Semeadores da Paz Destaque

quinta, 16 junho 2016 16:47 Escrito por 
Classifique este item
(0 votos)
  • País: 1

Relatório da Visita de Yancarlos Carrasco, Presidente Internacional de JMV a Síria.

“…Ora, aconteceu que, indo eu já de caminho, e chegando perto de Damasco, quase ao meio-dia, de repente me rodeou uma grande luz do céu. E caí por terra, e ouvi uma voz que me dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues? E eu respondi: Quem és, Senhor? E disse-me: Eu sou Jesus Nazareno, a quem tu persegues…”.
(Atos dos Apóstolos 22. 6-8)

A passagem que inicia este texto é parte do relato da conversa de Paulo, que com uma vida dedicada a perseguir os cristãos, caiu em terra, escutou a voz do Senhor, esteve cego, não comeu nem bebeu em vários dias, situação que foi o início de sua nova vida como "Apóstolo dos gentios". A conversão de Paulo é crucial para o cristianismo. De perseguidor ele se converteu no principal anunciador da mensagem de Jesus, o que demonstra que nosso Deus trabalha muitas vezes de formas que não conseguimos entender. Esta história nos convida também a abrir os olhos e a ver o outro lado da moeda, ver o lado positivo, ver como Deus desde aquele que pode ser prejudicial para sua obra e como toda boa obra vai crescendo em silêncio.

Este feito tão importante para a história do cristianismo ocorreu em Damasco, capital da Síria, país que hoje escutamos muito pela situação política que está atravessando. É muito e suficiente o barulho negativo que vemos nos meios de comunicação. É por isso que hoje eu quero, através destas linhas, mostrar a paz, o lado positivo e silencioso, que apesar da situação, se vê nos jovens da JMV e os membros da Família Vicentina, durante a visita que fiz a Síria no início de junho.

Saí da fronteira do Líbano até a cidade de Damasco, berço do cristianismo, é a cidade povoada mais antiga do mundo. Ao entrar na cidade, em suas ruas, me impressionou a presença e fervor a nossa Mãe Maria. A devoção é tão grande que há uma imagem praticamente em toda rua da cidade. Dentro dos muros de Damasco se encontra a casa das Filhas da Caridade, que serve como lugar de reunião para JMV Síria e é conhecida para os jovens por ser um Oasis, um ambiente tranquilo e acolhedor, que se percebe apenas ao atravessar a porta. Esta casa se encontra a poucos metros da “Rua Direita”, lugar da conversão de Paulo e da “casa de Ananias” que vemos no livro dos Atos dos Apóstolos 22. 10-11.

Ao chegar ali fui recebido por Aída Baladi, Presidenta de JMV Síria, acompanhada por Ir. Monique Kharouf, F.C. e Padre Khalil Arar, C.M. assessores nacionais da JMV, que me convidaram a iniciar a visita com uma oração de ação de graças na capela da casa. Depois se uniram a nossa reunião as representantes dos diferentes grupos no Conselho Nacional, que explicaram seu trabalho e as diferentes situações que tiveram que enfrentar e que, graças a Deus, estão superando. Reconhecem todos os momentos difíceis - alguns aos quais tiveram que suspender as reuniões por motivos de segurança dos jovens - mas isso não os impediram de continuar o trabalho, a missão, o desejo de servir, contemplar e viver a Jesus através de Maria. Este ano escolheram o lema "O bom trabalho cresce em silêncio" e é especificamente isso o que estão demonstrando, assim como disse Vicente de Paulo e como demonstrou Catarina Labouré, que não precisa fazer barulho para fazer as coisas bem feitas.  

Muitos dos membros de jovens-adultos de JMV na Síria se viram obrigados a abandonar o país.  Apesar disso, os que ainda permanecem ali se esforçam e sonham em um futuro promissor. Estes jovens são profissionais, trabalhadores e estudantes de distintas áreas como Negócios, Farmácia, Bio-robótica, etc; ao mesmo tempo vivem em sua vida e realidade e o sonho de serem cristãos membros da JMV. Eles são semeadores da Paz e esperança para os mais jovens da associação, que se reúnem cada semana para compartilhar a fé e o testemunho Mariano Vicentino. 

É impressionante a força, o ânimo e energia que dedicam em cada reunião de crianças, jovens e adultos da JMV. Seus sorrisos e alegria são o fruto da paz que recebem e ao mesmo tempo dão. São pessoas que desejam viver em paz e que estão semeando no meio de tempestades, com a fé e a certeza de que a colheita será muito boa e produtiva.

JMV Síria é a mostra de que o bom trabalho cresce em silêncio, manifestam que quando se quer, se pode e estes jovens não colocam desculpas pelas situações de segurança, quando é impossível se deslocar de um lugar a outro para fornecer serviços à comunidade. No entanto, eles abrem as portas da casa das irmãs às crianças com câncer que também vivem a situação do país, para recebê-los e compartilhar com eles através de jogos  e momentos de diversão, fazendo com que seja um caminho mais leve. Os adultos visitam escolas para convidar os alunos a conhecerem JMV, realizam festas, atividades de recolha de roupas para crianças de rua, etc, tudo isso sempre vinculado a uma mensagem cristã. 

A emoção e o ânimo de seguir avançando nos trabalhos os estão motivando a realizar o acampamento anual, para que todos os seus membros participem, mas que desde 2009 não foi possível realizar.

Síria é um lugar de conversão, onde Jesus se manifestou a Paulo, dando a ele luz e esperança, transformando suas ações negativas em caminho enriquecedor para muitos. Obrigado, JMV Síria, pelo testemunho de paz que emitem através de cada uma de suas ações, em silêncio estão fazendo um bom trabalho, demonstram que a vida é mais forte que qualquer ação negativa. 

A JMV de todo o mundo reza por vocês. Temos fé que a mão de Jesus, com o exemplo de Maria e o impulso de Vicente vocês alcançarão a paz, seus esforços serão recompensados e o futuro é promissor.  إن شاء الله (In šāʾ Allāh = Deus o permita)

ozio_gallery_nano

 

Ler 1843 vezes Modificado em quinta, 07 julho 2016 18:48

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.